Ministério da Cultura e Havan apresentam:

O Natal da Serra Catarinense!

Notícias

Nada convencional, Banda do Papai Noel é atrevida e agita a criançada de um jeito bem peculiar

Eles não ficam enfileirados e nem se movem sutilmente como manda a tradição dos corais de Natal. Têm um visual bem moderno e parecem os “meninos maluquinhos”, famoso personagem do escritor Ziraldo. São descolados, os músicos contemporâneos de canções já conhecidas nacional e internacionalmente. De usual só os trajes de Papai Noel. Respeitável público, com vocês, a Banda do Papai Noel de Lages, traz movimentação e faz o povo sair da rotina no Natal Felicidade.

O grupo de instrumentistas da Banda do Papai Noel nasceu no Natal Felicidade há cinco anos como uma atração diferencial, e hoje em dia é formado por seis integrantes - tuba (Pablo Prado), trompete (Kleyton Nunes), trombone de vara (André Chiomento), saxofone (Luiz Augusto de Medeiros - Maraca), bumbo (Patrick Mota) e caixa (Robson Ribeiro). São músicos provenientes da Orquestra Sinfônica Sol, da Associação Lageana de Assistência ao Menor (Alam), e professores de música das redes públicas municipal e estadual de ensino.

Um repertório natalino variado, recheado de músicas com arranjos específicos e bem elaborados, algumas canções incidentais que dão a sensação de lembrança de uma música conhecida, um hitfamoso e de sucesso, interpretadas propositalmente juntamente às de Natal. Entre os ritmos estão guarânia (estilo musical de origem paraguaia, em andamento lento, geralmente em tom menor), uma mistura de Mercedita e We Wish You a Merry Christmas.

Há novidades, sim, para esta edição do Natal Felicidade, um repertório exclusivo, além das já conhecidas interações surpresa nas ruas. O grupo de músicos é o grande companheiro do Papai Noel em sua chegada triunfal com direito à neve artificial, e animação no evento Natal nos Bairros - Anunciação, uma festividade que mostra as habilidades artísticas e culturais de talentos locais das comunidades, como Dançar Passarela, fanfarras, e de alunos dos núcleos do Programa Lages Melhor, da Escola de Artes Elionir Camargo de Martins, da Fundação Cultural, que oferece cursos gratuitos nos bairros, de violão, canto, balé clássico, street dance e manequins e modelos.

A Banda do Papai Noel já esteve na confraternização dos bairros Habitação, Penha e Caroba, além de ter agenda no Guarujá, Santa Catarina, Conta Dinheiro, Petrópolis, Santa Helena e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), nove intervenções. A presença instrumental da Banda está garantida na abertura oficial do Natal Felicidade, nesta sexta-feira, 7 de dezembro, às 21h, no Largo da Catedral Diocesana. “O público pode esperar ainda mais diversão e alegria em 2018, os nossos carros-chefes, uma forma mais despojada de encarar o espírito da data. O público quer ver uma comemoração iluminada com a boa nova do nascimento de Jesus. Queremos estar sempre bem perto das pessoas. As crianças até nos confundem com o próprio Papai Noel, Bons Velhinhos dançantes. O caráter intervencionista faz com que as pessoas se sintam pertencentes ao espetáculo. Onde menos esperar, vamos aparecer, seja nos bairros, no Centro e até nas lojas, arrancando risadas e bons sustos. Esta é a nossa missão. Final de ano é sinônimo de casa cheia e reflexão, e nós estamos dando a contribuição marcante. Não pretendemos parar tão cedo. É gratificante”, observa Maraca, ao apontar que depois de um ano repleto de compromissos, correria, realização de sonhos e metas de vida, desafios superados e até mesmo frustrações comuns ao ser humano, o Natal tem o poder de encontrar o melhor de cada pessoa, renascendo a união. “Por vezes as pessoas passam o ano inteiro discutindo, se contrariando, e no Natal o coração é tocado, remetendo ao paternalismo, ao íntimo e a uma ação mais humanizada.”

Com calendário lotado, ainda haverá apresentações particulares em festas de encerramento empresariais. “Geralmente, a gente se emociona também. Quando tocamos ‘Noite Feliz’, no começo a Banda deseja a todos que na noite de Natal os familiares tenham momentos de harmonia e prosperidade. Percebemos que quando fazemos esta dedicatória e estes votos as pessoas choram, é nostálgico, lembram de parentes dos quais sentem saudade. As pessoas são instigadas de um modo indescritível”, revela o professor Maraca.

Fatos inusitados

A Banda do Papai Noel recorda de duas passagens da carreira que não se apagam da memória. “Uma vez, no Garden Shopping, uma menininha estava nos seguindo o tempo todo, interagiu com a gente, queria tocar os instrumentos, era participativa. E o Carlinhos, um homem em situação de rua, que fica no Centro, foi um sucesso no Natal de 2017. Ele brincou de ser o regente da nossa Banda. Tem vídeo que eterniza este momento”, pontua Maraca.

O Nata Felicidade é promovido pela prefeitura de Lages, através da Fundação Cultural de Lages (FCL) e pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo, entre outras pastas municipais, e com a parceria da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). A Havan é a patrocinadora master, além dos patrocínios do Ministério da Cultura/Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), Klabin, GTS do Brasil, Supermercados Myatã e Martendal, Flex Relacionamentos Inteligentes, American Oil e Idaza, além do apoio da Polícia Militar (PM).

Texto: Daniele Mendes de Melo